quarta-feira, agosto 22, 2007

Balanço das Festas de Nossa Senhora da Graça


Caros leitores, terminaram mais umas festas em honra de Nossa Senhora da Graça. Chegou a altura de ser feito um balanço, para que possamos no futuro ter umas festas cada vez mais modernas, dinâmicas, em suma qualitativamente melhores!
Obviamente e como sempre, existiram na minha modesta opinião, coisas positivas e negativas, sendo que o objectivo terá de ser melhorar/manter as positivas e alterar/remover as negativas. Certamente faltarão neste post, alguns pontos positivos ou negativos, mas é precisamente por isso que lanço mais este tema a debate, para que possamos na zona de comentários debater ideias, sempre com o intuito de melhorar a qualidade das festas de Nossa Senhora da Graça.

Em termos genéricos, considero que estas festas foram incomparavelmente melhores que as anteriores.

A principal razão para esta melhoria deveu-se sobretudo ao facto do comércio ter estado presente nas festas. O espaço ficou mais agradável, preenchido, com mais atracções, pelo que foi de facto uma mais-valia a qual espero que para além de ser mantida, seja inclusivé melhorada/potenciada! Devo realçar a belíssima apresentação das barraquinhas, que transmitiram uma ideia de modernidade e beleza às festas de Nossa Senhora da Graça.

Considero também que a política de aquisição de artístas adoptada nos últimos anos tem sido a mais correcta, uma vez que a opção de ter um artista com um público alvo mais jovem ao sábado e um artista "pimba"(desculpem a expressão) ao domingo, acaba por abranger a quase totalidade dos gostos musicais dos fornenses, pelo que, anseio que no futuro este critério de escolha seja mantido para o bem das festas de Nossa Senhora da Graça.

Devo também realçar a boa afluência em termos de público registado nos dois dias, com especial realce para o Domingo, em que de facto estava uma belíssima plateia.

Mas, nem tudo para mim foi positivo. Ainda bem que assim é, porque muitas vezes, é a partir das coisas negativas que surgem as positivas. Ouvia à bem pouco tempo alguém dizer numa emissora nacional, que as melhores ideias não são as novas ideias, mas sim, aquelas que consistem no aperfeiçoamentos de ideias boas ou que têm como base uma ideia má! Assim lanço apenas a debate alguns pontos, que podendo ser alvo de discórdia, poderão no futuro originar novos pontos de concórdia.

Um exemplo dos que pode ser melhorado, é o facto de não existir qualquer definição do número de pessoas com entrada livre por cada barraquinha comercial, o que pode levar a que muitas pessoas se aproximem da bilheteira e digam que trabalham na barraquinha X ou Y, conseguindo entrar indevidamente de borla. Para ultrapassar este pequeno problema bastaria a meu ver, atribuir previamente um número definido de bilhetes por barraca (por exemplo 2/3), sendo que o mesmo deveria ser personalizado, ou seja, nele constar o nome do titular da barraca e do portador do bilhete.

Outro ponto que considero negativo, consiste na ausência da Banda Filarmónica de Fornos de Algodres. Esta ausência deve-se ao facto de a mesma de momento estar inactiva. Espero sinceramente para o ano poder contribuir para que a mesma funcione pelo menos no dia das festas de Nossa Senhora da Graça, pois a vontade dos ex-músicos em fazer no mínimo esta festa na nossa vila parece-me ser bem grande!

Julgo ser também negativo o facto de não existir exclusividade de exploração no que diz respeito ao Bar e Restaurante por parte das Associações do Concelho! Este é um ponto que gera de facto muita discórdia na nossa Vila! Devo referir no entanto, que todos os particulares que estiveram no recinto a explorar o Bar tiveram de pagar uma determinada quantia às duas Associações que estavam a explorar o Bar/Restaurante/Bilheteiras, ADFA e Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres! Não estou de maneira nenhuma a criticar os particulares, que perante a possibilidade que lhes é dada de realizar mais valias, só têm uma coisa a fazer...aproveitar! Discordo somente que lhes seja dada a possibilidade de competir em segmentos de mercado exactamente iguais, como seja a venda de cerveja, que é certamente a maior fonte de receita dos bares nas festas de Nossa Senhora da Graça! Tal facto terá levado provavelmente a uma diminuição acentuada das receitas para as Associações que tinham como objectivo explorar os bares e bilheteiras. Julgo que seria bem mais interessante, se em vez do pagamento da caução, esses particulares pudessem oferecer outros produtos, tais como "fast food", caipirinha, cafés, entre outras tantas coisas que ao satisfazer as necessidades das pessoas geram receitas a quem as oferece. Na minha opinião é importante para a sobrevivência das infelizmente poucas Associações do Concelho, o aproveitar desta fonte de receitas que são as festas de Nossa Senhora da Graça. Não me refiro somente aos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres e à Associação Desportiva de Fornos de Algodres. Refiro-me também a todas as outras associações do concelho que a meu ver deviam também estar representadas nas festas, de forma a tentar obter receitas para que possam garantir um aumento de qualidade na prestação dos seus serviços.

Quanto aos pontos negativos opino também sobre uma inovação que de facto a meu ver não correspondeu ao que se esperava. A opção de colocar um DJ a tocar a noite toda, sem que existisse um conjunto de baile é algo que a meu ver não se deve repetir. Digo isto, porque pelo menos até provavelmente às 2 da manhã, as pessoas que se encontram no recinto, o que querem é ter um baile onde se possam divertir, distrair, aliviar o stress do dia-a-dia, dançar, cantar...enquanto o público que gosta do som dos DJs jamais se interessa por esse tipo de som antes das 2/3 da manhã! Isto fez com que, pelo menos entre o final da actuação dos Pólo Norte e as 2/3 da manhã, o som passado pelo DJ estava completamente desfasado daquilo que eram as necessidades/expectativas das pessoas que se encontravam no recinto! Jugo que deveria ser evitado nas próximas festas esta situação, mas mais uma vez é apenas a minha opinião.

Termino congratulando todos aqueles que tiveram na organização das festas/ barraquinhas/ voluntários, etc... que conseguiram que fosse dado um salto qualitativo importante nas festas de Nossa Senhora da Graça, pelo que se torna impreterível que este avanço seja aproveitado por todos, para que possamos ter nos próximos anos as nossas festas cada vez melhores e mais atraentes para quem nos visita!

PS: No Blog do amigo Al Cardoso http://aquidalgodres.blogspot.com/ são lançadas algumas ideias em relação à Festa de Nossa Senhora da Graça que no mínimo deveriam ser objecto de reflexão de todos os fornenses. À atenção de todos…

7 comentários:

al cardoso disse...

Caro Alexandre:
Fico muito satisfeito com o facto do resultado da festa ter sido positivo e esperamos muito melhor para o ano.
De facto nao compreendo tambem que a Banda tenha terminado, se uma aldeia como Vila Cova de Tavares com pouco mais de 200 habitantes pode continuar com a sua, por nao Fornos? Se a razao do seu apagamento esta no facto de ter mudado para outra associacao, que creio esta debaixo da alcada da Camara, entao retire-se dai.
Outra coisa que nao mencionou foi a Fanfarra dos Bombeiros, tambem foi uma pena ter parado tambem a sua actividade.
Sao estas e outras coisas que adoraria ver renascer a par de outras coisas novas que possam aparecer!

Um abraco e bem haja pela referencia.

al cardoso disse...

Como se aproxima o S. Miguel, deixei no meu blog algumas sugestoes, leia e diga algo.

Um abraco f/algodrense.

Alexandre Lote disse...

Esqueci-me de referir um outro ponto negativo, pelo qual fui alertado hoje por um amigo meu...

As casas de banho, pelo menos as masculinas estavam sem quaisquer condições de higiene, uma vez que ficaram pelo menos as de cima, completamente alagadas. Mais um aspecto a rever no futuro...

Anónimo disse...

Fiquei bastante satisfeita com as inovações que foram feitas para a festa deste ano,tornando o recinto muito mais atractivo para os visitantes.
A mostra de produtos feitos e comercializados em Fornos, foi bastante positiva,pois ajuda na divulgação e promoção das coisas boas que Fornos tem para oferecer.
Concordo com o que escreves e espero que o ano 2008 traga mais e melhor!!!
Continua a dar noticias e opiniões que são bem vindas.

Anónimo disse...

Quando se dá a oportunidade do comércio expor e vender os seus produtos não comprendo alguém estar contra os BARES E CAFÉS estarem representados pois fazem parte do nosso comércio!ou não? Eu sou a favor e digo não á disciminação Concordo que esse tipo de comercio contribua para as associações do nosso CONCELHO! NÓS não estivemos na festa talvez por falta de iniciativa.
António Cardoso

Alexandre Lote disse...

Amigo António Cardoso, compreendo a sua opinião em relação aos bares e restaurantes...aceito até que seja um ponto que gera muita discórdia, mas trata-se apenas da minha opinião.

Não se trata de ser discriminatório, trata-se apenas a meu ver, de possibilitar a todas as associações do concelho que assim o desejem a obtenção de fundos que lhes garantam no mínimo a sobrevivência.

Numa situação ideal, em que as nossas associações não necessitassem tão desesperadamente de receitas para sobreviver, obviamente que seria a favor da para exploração de bares e restaurantes na praça sem qualquer restrição.

Abraço e continue a opinar neste espaço cada vez mais fornense

ANTONIO LOPES disse...

Caros (as) amigos (as);

PROPOSTAS DE ESPECTÁCULOS:


LUCAS & MATHEUS (dupla brasileira)
18 anos de carreira em Portugal. Brevemente no mercado o 18º cd (editora Espacial).
Espectáculos em playback (com ou sem bailarinas) ou com banda (12 pessoas em palco, 8 músicos, 2 bailarinas e a dupla).
Romantismo quanto baste, mas fundamentalmente a animação com as canções mais ritmadas.
Os concertos são simplesmente fabulosos.
Site:
www.lucasematheus.com


LÉO & LEANDRO (dupla brasileira)
3 anos de carreira em Portugal. Brevemente no mercado o 3º cd (editora Espacial).
Espectáculo em playback (com ou sem bailarinas) ou com banda (10 pessoas em palco, 6 músicos, 2 bailarinas e a dupla).
Romantismo quanto baste, mas fundamentalmente a animação com as canções mais ritmadas.
Os concertos são surpreendentes.
Site: www.leoeleandro.com.pt


BANDA CORAÇÃO SERTANEJO
Um grande projecto. Sairá brevemente o seu 1º cd editado em Portugal pela editora Espacial. Na linha das bandas brasileiras Calcinha Preta e Calypso, pretende ir de encontro ás pretensões do nosso mercado. Animação total, com repertório próprio e também interpretando os grandes sucessos da música do Brasil. O cd será composto por 12 canções inéditas abarcando diversos estilos, tais como: FORRÓ, CARIMBÓ, CALYPSO, BAIÃO, SERTANEJO, etc.
A banda será composta por 6 músicos, um casal de bailarinos (trajados a preceito), um vocalista e uma vocalista. Um concerto imperdível.
Site: brevemente

AGRUPAMENTO MUSICAL IVASON
Formado há 10 anos, com 9 cd´s editados lançarão brevemente o 10º através da editora Espacial, composto por 12 canções inéditas.
A música de baile no seu estado mais puro, 100% portuguesa. Na melhor tradição do bailarico de aldeia, são 3 horas consecutivas de temas só para dançar sem parar.
Esta banda é das mais solicitada para actuações em festas populares, o que atesta de facto a sua qualidade e prestígio.
Site:
www.ivason.com

Nota: Aguardo o vosso contacto para mais informações.

ANTÓNIO LOPES (913729192/960195669/email:
antonio.alproducoes@gmail.com)