sexta-feira, outubro 05, 2007

Um pequeno gesto que pode marcar a diferença!


O tema que lanço a debate esta semana, surgiu-me após ouvir os caloiros pelas ruas de Viseu a entoar os mais variados sons, obrigatórios em qualquer praxe que se preze...

Aqui á uns meses atrás, li no Jornal AuriNegra (da freguesia de Febres, concelho de Cantanhede, distrito Coimbra) que a Câmara Municipal do citado concelho, teria feito uma gala onde atribui um prémio ao melhor aluno da escola secundária de Cantanhede!

Nesse momento pensei, e porque não fazê-lo em Fornos? Não digo que seja obrigatoriamente a Câmara Municipal a fazê-lo, mas porque não a própria Escola, funcionando como um prémio para os melhores e como um estímulo para aqueles que têm capacidades, mas que não têm capacidade de trabalho?

Numa altura em que o Governo aposta tanto nos computadores, porque não tentar que o próprio Ministério contribua em parte para o financiamento de um computador para o melhor aluno da escola? Utópico talvez admito, mas porque não tentar?

Quanto a outras ideias relacionadas com os nossos estudantes, julgo que seria da maior importância que fosse feito um acompanhamento generalizado, actualizado anualmente (base de dados), de modo a que tenhamos uma ideia concreta do tipo de cursos que os nossos estudantes mais frequentam! Poderia a meu ver inclusivamente, realizar-se periodicamente uma espécie de mini-fórum com todos eles, para troca de experiências, uma vez que os mesmos estão espalhados por todo o território Português. Dessa troca de experiências/realidades vividas noutros concelhos poderiam surgir ideias com elevado interesse para o nosso concelho, podendo constituir assim uma mais valia para todos nós!

Com essa base de dados, talvez fosse mais fácil projectar o futuro, mesmo sabendo a volatilidade que hoje afecta o mercado de trabalho! Esses estudantes são mão-de-obra qualificada que um concelho como Fornos tem de tentar por todos os meios agarrar!

Quem estiver na posse de mais ideias que visem alcançar este objectivo, opine responsavelmente procurando soluções e nunca confusões!

2 comentários:

al cardoso disse...

Na sua ultima fraze o meu amigo diz "tem que tentar agarrar" eu diria tem que agarrar por todos os meios, coisa que infelizmente nao acontece!
A sua ideia e excelente, e sendo o director (la como se chama agora) tambem vareador camarario, podia e devia haver muito mais interacao entre os dois organismos.
Vemos por todo o lado, as camaras a tomar medidas para a fixacao de gente jovem nois concelhos do interior.
Eu so tenho uma pergunta: E na nossa terra?

Um abraco de amizade.

Vagamente disse...

Amigo Xandinho

Já em outros Países, se faz isso, os alunos recebem prémios dos Governos centrais ou locais, em actividades escolares que são promovidas pelas escolas. Quero lembrar que no País onde nasci, Moçambique, na minha terra natal, a cidade da Beira, o Presidente Municipal deu como prémios aos alunos das escolas locais computadores, pelas actividades que despertaram mais interesse na comunidade.
Um abraço
Luis Almeida Pina