domingo, dezembro 31, 2006

Arte de perder toda a razão - Porquê?


Está consumada a execução de Saddam Hussein! Pior do que a estupidez da execução, só mesmo a oportunidade perdida, para se efectuar um debate sério sobre a abolição da pena de morte em todos os países onde ela, infelizmente ainda existe.
E eis que, com a estupidez de um acto executado em apenas alguns segundos, se perde toda a razão conquistada ao longo dos anos em relação a Saddam. Este, será sempre alguém que a história se envergonhará de lembrar, sendo que, ninguém tinha o direito de o enforcar.


Ainda ontem vi um filme, que nos mostrava uma sociedade enraizada em valores éticos e morais. Aí no caso de alguém cometer um homicídio e ser descoberto o homicida, este último era transportado em barco para o meio de um enorme lago e aí largado, sendo que a família da vítima tinha duas opções: 1-Deixava morrer o homicida afogado, 2-Nadava até ao mesmo salvando-lhe a vida. A moral da história é a de que os que optavam pela primeira hipótese nunca conseguiam ultrapassar a perda do familiar, mas os que optavam por salvar a vida do homicida, acabavam por mais tarde conseguir fazê-lo, isto porque a morte de qualquer criminoso, por muito tirano que este possa ter sido, jamais devolverá a vida aos que partiram, pois jamais nos devolverá a alegria da companhia daqueles que nos eram tão queridos. Assim, deixo aqui o meu grito:
ACABEM COM A PENA DE MORTE EM TODO O MUNDO!

1 comentário:

al cardoso disse...

Felizmente o nosso pais foi o primeiro a aboli-la!

Estou contigo.