sábado, fevereiro 03, 2007

Para quando a verdadeira "globalização" da Feira do Queijo da Serra da Estrela?


O tema de que tratarei neste post refere-se ao declínio de importância das actuais Feiras do Queijo no espaço em que ele é produzido - Região da Serra da Estrela.

De ano para ano, tenho vindo a notar que a Feira do Queijo, por estes lados já não tem para os habitantes da região, como para todos os outros que a visitam, aquela magia, que tinha em mim o efeito de despertar impaciência para com a chegada desse dia, pois era esse o dia da visita dos "Senhores importantes", o dia da prova do queijo, o dia de por os olhos nos cães Serra da Estrela, etc , sendo que tudo se resume numa frase...

Era um dia de festa, que nos aquecia a alma serrana, e que nos fazia sair daquele esquecimento geográfico com que nos deparamos diariamente, para invadirmos as televisões, jornais, rádios etc...á custa de um produto que mais ninguém consegue produzir!

O QUEIJO DA SERRA DA ESTRELA

A culpa do declínio desta feira passa em parte por nós habitantes, que cada vez damos menos importância á feira não nos apercebendo que estamos a deixar cair a principal riqueza da nossa região.

Pois bem, para combater esta realidade, foi com agrado que li no Jornal "Nova Guarda", uma entrevista do Presidente da Câmara de Fornos de Algodres (meu concelho), Dr José Miranda, em que referia que na sua opinião deveria existir apenas uma Feira do Queijo todos os anos, num determinado concelho e que essa feira deveria ocorrer num regime de rotatividade dos concelhos, o que na minha opinião teria muitas vantagens sobretudo do ponto de vista de marketing do produto.

Tal como em tudo, para o produto ter sucesso de implementação no mercado e adquirir uma quota de rentabilidade que lhe permita obter lucros, esse produto tem que ser sempre centrado na satisfação das necessidades do cliente. O foco de todos os produtores e autarcas para a promoção do produto deve ser a satisfação do cliente.

Assim na minha opinião com uma só feira, com a junção dos dinheiros que cada autarquia gasta na promoção da sua própria feira, poder-se-ia fazer um estratégia de marketing séria, que permitisse uma verdadeira promoção da feira e do produto, por forma a atrair o maior numero de pessoas, o que ajudaria a feira a "ganhar escala", um termo muito bem utilizado pelo Presidente da Câmara de Fornos de Algodres.

Em segundo lugar, gostava que as pessoas da minha região acordassem para um facto que não tem sido nada explorado, que consiste no facto de , por esta altura, não existir nada de realmente importante, no que diz respeito a actividades festivas em todo o País. Assim em vez dos tradicionais 4/5 dias de Feira poder-se-ia ter uma feira num espaço temporal mais alargado, que permitisse uma maior escolha quanto ao dia da visita por parte dos visitantes, num processo a que eu chamo de criação de oportunidades.

Existem na minha opinião mais razões para ser favorável a esta ideia, assumindo que também existem alguns contras, afirmo sem a mínima dúvida, que as razões a favor são mais e mais fortes, pelo que, se me questionassem se concordava ou não com a ideia de um única Feira do Queijo da Serra da Estrela em regime de rotatividade anual, responderia obviamente que sim.

P.S: Vou deixar a questão na zona de votação (SIM OU NÃO) para que possam deixar a vossa opinião, sendo que fico á espera da vossa opinião também nos comentários, chamando a atenção para alguns pontos que me possam ter escapado.

Opinem!

2 comentários:

Luis Almeida Pina disse...

Amigo Xandinho, a Feira do Queijo de Fornos ou de outro Local onde se realizem, deixaram de ter interesse a partir do momento que deixou de ser uma festa para os Pastores, e artesãos do nosso magnífico Queijo e sim uma festa para os senhores fulanos tais virem encherem as malas de queijo oferecido pelos organizadores.
O apoio das Autarquias, também é nulo, e os pastores estão desaparecendo da nossa paisagem rural, é pena que os responsáveis Autárquicos se tivessem desleixado.
Se não estou errado, e peço desculpa se por errar, a última grande feira do Queijo em Fornos foi feita no mandato do Senhor Professor Felício.
Quanto haver uma única feira que alberga-se todos os produtores de queijo da Serra da Estrela, estou completamente de acordo e era o ideal para a verdadeira promoção e relançamento deste produto regional, e único.
Um abraço

al cardoso disse...

Eu estou em principio de acordo, mas teria que ser uma coisa bem pensada e com vontade real, de defeza do nosso producto regional de maior valor: "O Queijo da Serra" e nao unicamente com intuito de alcandorar os autarcas!